16 de Junho de 2011

Escultura

  As obras de escultura são, em Roma, muito numerosas, multiplicam-se nos fóruns, nas ruas, nos monumentos. Os ricos adornam com elas as suas casas, quer em Roma, quer nas províncias que, em escala mais modesta, imitam a capital. Mas os escultores deixam que a criatividade dos artistas helénicos domine a produção estatuária, limitando-se muitas vezes a reproduzir réplicas de grandes obras gregas, sem no entanto deixar de imprimir nestas o seu cunho: o realismo.
Os romanos esculpem com tal realismo expressividade que nos conseguem transmitir o carácter do modelo! Estas características evidenciavam-se sobretudo no retrato romano que acentuava os defeitos, as características fisionómicas dos olhos e das sobrancelhas, da boca, do cabelo, bem como as marcas do tempo…ao contrário dos gregos que se preocupam com o idealismo e com a perfeição, os romanos não esbatem as imperfeições. A escultura teve também como último fim a glorificação do imperador.


The works of sculpture are in Rome, very numerous, multiply in the forums, in the streets and monuments. The rich adorn their homes with them, whether in Rome or in the provinces in a more modest scale, they imitate the capital. But the sculptors let the creativity of artists dominate the production Hellenistic statuary, often limiting themselves to reproduce replicas of major Greek works, without leave its imprint on these print: realism.
The Romans sculpted with such realism and expressiveness that we can convey the character of the model! These characteristics are evidenced in the picture aboveRoman accentuated the defects, the physiognomy of the eyes and eyebrows, mouth,hair, and the marks of time ... unlike the Greeks who worry about the idealism andperfection , the Romans did not blur the imperfections. The sculpture also had the last end the glorification 
of the emperor.


1 comentário: