16 de junho de 2011

Um mundo de cidades

 A cultura romana estava intimamente ligada à cidade. A cidade era a célula base do império. Consideravam as cidades como células ideais de administração, já que nelas se concentravam as instituições governativas
 Assim se entende que uma das primeiras tarefas, após a conquista, fosse a reconversão ou a criação de centros urbanos: nas regiões Orientais, como na Grécia, onde o sistema de cidade já era antigo, os Romanos souberam respeitar a sua forma de funcionamento limitando-se a introduzir pequenas alterações; nas regiões Ocidentais como a Gália ou a Península Ibérica, onde as cidades eram raras ou mesmo inexistentes, os Romanos apressaram-se a criá-las proporcionando-lhes as condições necessárias ao seu desenvolvimento. Por isso as cidades do Ocidente são mais parecidas com Roma do que as do Oriente.
 Roma era a urbe por excelência, o centro de poder, e o coração do Império, constituindo um paradigma para as outras cidades.
 O Império Romano era um mundo de cidades dotadas de relativa autonomia, capazes de resolver localmente muitos dos seus problemas. Daí dizer-se que o império era uma federação de cidades.

Roman culture was closely linked to the city. The city was the basic unit of the empire. They considered cities as ideal cells for administration, focused on them as the institutions governing
  Thus it is understood that one of the first tasks after the conquest, was theconversion or creation of urban centers: in Eastern regions such as Greece,where the system of the city was ancient, the Romans knew how to respect theirway of functioning limiting to introduce small changes, in regions such asWestern Gaul and the Iberian Peninsula, where cities were rare or nonexistent, the Romans rushed to create them by providing them the necessary conditionsfor its development. So the cities of the West are more like Rome than those in the East.
  Rome was the metropolis par excellence, the power center, and the heart of the Empire, providing a paradigm for other cities.
  The Roman Empire was a world of cities with relative autonomy, able to solvemany of their problems locally. Hence to say that the Empire was a federation of cities.



1 comentário:

  1. Eu acho que mais importantes do que as cidades foram as províncias, muitas das quales vonverteram-se despois nos novos paises: Hispania > Espanha, Italia> Italia, Gallia> França...

    ResponderEliminar